sexta-feira, junho 17, 2005

Ficar mais um dia inteiro nessa casa vou enlouquecer. Espero que entendam: a casa se arrasta tal qual o centro da cidade às sete horas da noite da primeira cadeira atrás do motorista do ônibus sob a penumbra da cabine. Um dia inteiro de importanciamentos que não batem com os meus. As pessoas cambaleiam entre a necessidade de e a interferência ao, acho que até por esporte. Enquanto escrevia, ela veio espiar com o pretexto de ver algum livro. Engraçado, os livros desaparecem ao meu olhar de crítica. Devo ser mesmo muito enjoada. Eu já não tenho mais privacidade alguma.

3 comentários:

Suyá Lóssio disse...

Eu entendo...
mas,
casa dos pais é assim mesmo,
sempre foi,
e sempre vai ser.

Euclides disse...

Importanciamentos.... Guimarães Rosa....
Só você mirella, você e essa sua inquietude....
Te adoro

lua disse...

eu tinha deixado um comentário aqui e sumiu =/